A Líbia de Muammar al-Khadafi

 
 

Nomes como os de Muammar Khadafi e de Hosni Mubarak eu ouço falar desde a época da Guerra do Golfo (a primeira, nos anos 90). E alguns usavam os exemplos deles de uma forma entusiasmada, quase orgulhosa. Mas eu não entendia direito o que cada coisa significava.

Do Egito eu conheço as pirâmides, por fotos e através do “Eram os Deuses Astronautas[bb]” (Estou voltando ao passado, porque hoje temos Google Earth). A Líbia eu mal sabia onde ficava. Líbia para mim era uma moreninha, com a pele da cor do pecado, olhos e cabelos bem pretos, que morava na minha cidade natal, filha de uma família influente.

 
Muammar-Khadafi
 

E o sentimento de hoje é realmente voltar ao passado. Se o que está ocorrendo hoje, acontecesse em 1990, poucas pessoas ficariam tocadas, ou mesmo comentariam sobre o assunto. Naquela época, a notícia andava a passos de tartaruga.

Mas hoje virou um inferno. recebo dezenas de emails pedindo para assinar alguma coisa contra o Khadafi. Mas, com todo respeito, Khadafi é um problema dos líbios. Um povo que se permite ficar mais de 40 anos sendo controlado por uma única pessoa e só agora perceberam o quanto isso é ruim?

Não pense você, nobre leitor, que o Brasil é diferente porque temos uma “Democracia”. O Brasil saiu da ditadura militar para entrar em uma ditadura democrática, mantida por PSDB-PT – que para mim são farinha do mesmo saco e que já dura 16 anos. Os egípcios acordaram depois de 30 anos, o líbios depois de 40 anos.

E você, brasileiro, quando vai acordar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.