Onde está o governo?

Eu nunca, na minha história, tive essa percepção de ausência de governo em meu país. Talvez isso pudesse acontecer, lá na França. Mas isso não é nada.

O que impera no país é a bandidagem. Não esses bandidos comuns que “honestamente” tentam ganhar o pão de cada dia, assaltando, assassinando ou vendendo drogas, mas a bandidagem institucionalizada.

Ouvindo Ricardo Boechat hoje na Bandeirantes (gostei do modelo, ele no rádio e a TV transmitindo) foi possível vislumbrar a que nível chega os bandidos que ocupam o Parlamento, os Palácios de Justiça e todos os prédios do Executivo.

Nossas Excelências tentam agora atrapalhar a vida de Rodrigo Janot, nosso procurador geral. O sinal é claro e objetivo: quem quiser se meter conosco, terá seu emprego prejudicado e provavelmente até mesmo a sua vida. Esse o o recado que o Parlamento está mandando.

Nossos Meritíssimos também mandam seus recados, através da Corregedoria. Em um estudo publicado no jornal carioca “O Dia”, dos 43 (ou 46) processos aberto contra magistrados, 2 resultaram aposentadoria (ou seja, o juiz deixa de trabalhar e vai ficar em casa, ganhando o mesmo salário e ainda possivelmente incorporando algum ganho maior em decorrência da aposentadoria), 2 foram postos em disponibilidade (esse é o maior do funcionário público, ser posto a disposição. Ele continua salário, sem fazer nada) e 1 recebeu advertência por escrito.

Por fim, o Executivo passa por uma crise de identidade. Os PTralhas estão comandando as Estatais e roubando sem escrúpulos. A presidente, coitada, é digna de pena. Teve vergonha de se dirigir à nação no dia do trabalhador. Eu não defendo o impeachment dela, mas sim que ela renuncie, com todas as letras:

R-E-N-U-N-C-I-A J-Á!

Não sei nem mais o que pensar. Mas uma coisa eu posso dizer. Pelo estilo de vida que decidi viver a partir deste ano, confesso que não gostaria de ficar para apagar a luz do Brasil.

Meu desejo de andanças podem se tornar mais real e o futuro, como dizem, a Deus pertence.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.