Queremos saber do seu conteúdo


Que a internet é um fato consolidado, esse é um fato inquestionável. Seria chover no molhado queremos discutir a relevância do que ela representa nas pessoas, numa forma muito peculiar de simbiose, já que as mesmas pessoas que a formam são também formadas por ela.

É tanta informação sendo consumida enquanto esse texto é escrito (e lido), que até mesmo os chineses duvidam.

Justamente por isso, dando uma de Pai Galo e querendo imaginar como as coisas funcionarão daqui alguns anos, posso afirmar que o poder não estará mais nas mãos de quem for bem informado, mas sim dará poder a todo aquele que conseguir dar a informação certa no momento em que ela for precisada.

browser-seta-navegador

Em outras palavras, deixaremos de ser consumidores e produtores de informação e passaremos a ser curadores de conteúdo, filtrando e indicando itens na qual possuem afinidade para suas redes, claro que tudo isso numa mão de duas vias. Ui!

Tomemos por exemplo – aleatoriamente – aquela empresa de Mountain View chamada Google. Seu mais novo produto social, Plus, é mais do que um sucesso, sendo integrado a todos os outros serviços da rede, e agindo como balisador do seu algorítimo mais importante, que é o segredo de sua busca.

Já existe na versão inglesa e logo mais para todos os idiomas a priorização dos resultados de acordo com seus círculos, colocando as indicações dos amigos na frente, e mais ainda, a possibilidade de comentar e gerar um conteúdo bem próximo dos níveis neurais que já existem há anos na literatura fantástica.

Falando nisso, não deixe de visitar nossa página no Google Plus, além do meu perfil pessoal. Tem muito material lá inédito lá.

Outra rede muito interessante é a paper.li, que basicamente é um mural onde você configura qual fonte/rede quer divulgar e o robô organiza e classifica os dados, e ainda envia para sua rede social favorita. Recomendo!

pinterest-logo

Outra rede de curadoria que conheci esses dias e estou gostando muito, pela facilidade e usabilidade é a Pinterest.

Nela, depois de configurar seu perfil, você cria paineis (boards), que por sua vez são preenchidos com o que ele chama de pins: qualquer texto ou imagem que achar importante para ser colocado dentro de um painel.

Agora imagine tudo isso multiplicado por infinito com a possibilidade de buscas, comentários, repostagens, botão curtir…

Por enquanto a rede é por convites, que podem ser recebidos por outros membros, ou pedidos diretamente no site. O meu demorou menos de 3 dias para chegar.

Quando entrar lá, não deixe de seguir algum de nossos paineis.

Deixe uma resposta